quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

É de Ônibus? Tô Dentro!

Programa de Educação Tutorial da Faculdade de Educação da UNB/DF
Setembro de 2008 – Ano II – Edição 04
Seção PALAVRAS CRUZADAS

Isabella Meneses

O transporte coletivo sempre está me surpreendendo. Entre uma baratinha andando na parede e uma suntuosa tela plana passando amenidades, me deparei outro dia com a melhor surpresa delas. E falo no melhor sentido possível. Foi só rodar a roleta e, quando sentei, antes mesmo de imaginar o resto do percurso entediante da minha viagem, avisto um porta livros repleto de títulos instigantes. “Poxa, que ótimo” – pensei. O próximo passo foi sentar ao lado do cobrador e puxar o assunto.
- Esses livros... qual é a idéia?
Muito animado, esse cobrador mostra a sua graça. E com certeza não é só dar o troco:
“O nome do Projeto é Cultura no Ônibus”, diz Antônio, 36 anos, morador de Sobradinho II. “Pago um aluguel para guardar um acervo de mais de quatro mil livros”, comenta orgulhoso, porém nem tão satisfeito...
Antônio defende a sua idéia com a maior disposição. Não se rogou a registrar a autoria do Projeto. Mas, também, desconfio que não falte quem gostaria de ter inventado essa idéia.
“Como funciona?” perguntei interessada.
“O passageiro faz um cadastro e pode ler o livro no ônibus e até levar pra casa. Se a pessoa precisar de algum livro ou autor, pode até me ligar que verifico no acervo e trago para cá”, responde muito solícito.
A conversa e a viagem prosseguem. “O passageiro não tem acesso à bibliotecas. Muitas vezes, por motivo de horários, sai e chega em casa e não há tempo para mais nada. Aqui o passageiro só paga a passagem para fazer o seu trajeto habitual e pode ter esse acesso”, explica.
Realmente só nos resta comemorar. Ter à mão um bom livro é ter um companheiro de viagem. E não digo só por mim. Antônio acredita que o Projeto é capaz de motivar e aproximar os passageiros ao rico universo da leitura. Ao montar o pequeno acervo itinerante escolhe uma variedade de tipos de leitura, para que atraia as diversas idades.O Projeto Cultura no Ônibus é uma iniciativa autônoma. Mas espera parceria de instituições que puderem colaborar. Já conta com voluntários animadores da idéia. Antônio espera parcerias que possam ampliar o atendimento e as dimensões do Projeto. A meta esperada é instalar um porta-livros em pelo menos um ônibus de cada linha. Nem preciso dizer que adorei essa viagem!

2 comentários:

Mateus F. Oliveira disse...

Puxa Vida! Que bacana...
É muito tocante ver em tempos como esses, tão velozes, onde as pessoas não têm tempo para nada, uma idéia como essa, uma iniciativa de alguém tão em contato com tanta gente com a qual se importa e que faz de seu trabaho algo mais que o ganha-pão...
Da mesma forma saber que o meio Acadêmico está "ligodo" e sensível com a Sociedade!!

Sousa disse...

O conhecimento adquirido no "universo da leitura" é a base do progresso das sociedades, democratizando direitos e deveres, e não deve ser um privilégio de uma minoria elitizada.

Parabéns ao Projeto Cultura no Ônibus!

Sousa Junior